Paulo Emílio Sales Gomes - Arquivista de sombras em luta



Produção: Diogo Cavour, Paula Goulart

Fotografia: Tiago Rios

Roteiro: Fabian Cantieri, Luiz Carlos Oliveira Jr.

Edição: Fabian Cantieri

Som Direto: Marina Bruno

Empresa(s) produtora(s): Dilúvio Produções, Lúdica Produções

Edição de som: Thiago Sobral

Câmera: Tiago Rios

Produção Executiva: Eduardo Cantarino

Assistente de Produção: Laura Batitucci

Pesquisa: Remier Lion

Mixagem: Thiago Sobral

Desenho de Som: Thiago Sobral

Câmera Adicional: Fabian Cantieri, Guilherme Tostes

Assistente de Som Direto: Laura Batitucci, Paula Goulart

Criação: Hernani Heffner

Maior nome do pensamento cinematográfico brasileiro do século XX e fundador da Cinemateca Brasileira, Paulo Emílio Sales Gomes teve uma vida atribulada e aventureira. Preso por suas convicções comunistas aos 17 anos de idade, empreende espetacular fuga do presídio por um túnel escavado sob o chão da cela, partindo em seguida para a França, onde se envolverá com cinema, a mítica Cinemateca Francesa, onde trabalhou junto ao famoso diretor Henri Langlois, e a história do anarquismo, o que o levará à figura de Miguel Almereyda e ao filho deste, o cineasta Jean Vigo. Paulo Emílio dedicará anos de pesquisas à reconstituição da obra-prima L’Atalante, desfigurada em seu lançamento original. Seu trabalho foi fundamental para a restauração definitiva, empreendida no começo dos anos 90, decisiva para a reconsideração do filme como um dos mais importantes da história do cinema. Paulo Emílio também foi responsável pela recuperação da obra de Humberto Mauro, à qual dedicou um estudo acadêmico, onde esboça um método de reconstituição literária de filmes considerados perdidos, e exerceu grande influência sobre a geração dos anos 60, particularmente os cineastas do Cinema Novo.
Próximas exibições no canal Curta!
30/11/2022 20:00:00 [daqui a 114 dias]

Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas?
Relate sua experiência!

Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador?
Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme!
Criar Teste

32 min
2022
Brasil
RJ
AL

Séries: /lost+found | 13 Episódios de 26 Minutos

Diretor: Fabian Cantieri

Elenco: Allyson Amaral - Oswald de AndradeAntônio Cândido (arquivo)Antonio Miano - Plí­nio SalgadoBernard EisenschitzFrancis Vogner dos Reis - Hag Reindrahr / Paulo Emí­lioIsmail Xavier - ProfessorJean-Claude BernardetJean-Claude Bernardet - Jogador de bilharJosé Manuel Costa

Sinopse: Maior nome do pensamento cinematográfico brasileiro do século XX e fundador da Cinemateca Brasileira, Paulo Emílio Sales Gomes teve uma vida atribulada e aventureira. Preso por suas convicções comunistas aos 17 anos de idade, empreende espetacular fuga do presídio por um túnel escavado sob o chão da cela, partindo em seguida para a França, onde se envolverá com cinema, a mítica Cinemateca Francesa, onde trabalhou junto ao famoso diretor Henri Langlois, e a história do anarquismo, o que o levará à figura de Miguel Almereyda e ao filho deste, o cineasta Jean Vigo. Paulo Emílio dedicará anos de pesquisas à reconstituição da obra-prima L’Atalante, desfigurada em seu lançamento original. Seu trabalho foi fundamental para a restauração definitiva, empreendida no começo dos anos 90, decisiva para a reconsideração do filme como um dos mais importantes da história do cinema. Paulo Emílio também foi responsável pela recuperação da obra de Humberto Mauro, à qual dedicou um estudo acadêmico, onde esboça um método de reconstituição literária de filmes considerados perdidos, e exerceu grande influência sobre a geração dos anos 60, particularmente os cineastas do Cinema Novo.

Alugue