Raquel Hallak



Produção: Diogo Cavour, Paula Goulart

Fotografia: Tiago Rios

Roteiro: Eduardo Cantarino, Poliana Paiva

Edição: Adriana Nolasco

Som Direto: Laura Batitucci

Empresa(s) produtora(s): Dilúvio Produções, Lúdica Produções

Edição de som: Matheus Tiengo

Câmera: Tiago Rios

Produção Executiva: Eduardo Cantarino

Assistente de Produção: Laura Batitucci

Pesquisa: Eduardo Cantarino

Mixagem: Thiago Sobral

Assistente de som: Victor Oliver

Desenho de Som: Thiago Sobral

Câmera Adicional: Eduardo Cantarino

Criação: Hernani Heffner

A produtora cultural Raquel Hallak D’Angelo tornou-se conhecida no Brasil pela iniciativa bem sucedida do melhor e mais importante festival dedicado à produção cinematográfica independente brasileira, a Mostra de Cinema de Tiradentes, criada em 1997. Uma década mais arte, ela ousou propor um novo festival, desta vez centrado no tema da preservação audiovisual, o que foi visto à época como algo sem muito futuro, ainda mais que o foco eram as discussões e debates e não a exibição de filmes restaurados, recém descobertos ou desconhecidos, a Mostra de Cinema de Ouro Preto - CineOP. Manobrando habilmente para fazer confluir representantes públicos, os profissionais de preservação e os realizadores jovens e mais experientes, a Mostra apresentou reveladora sinergia entre os diversos segmentos da atividade audiovisual e tornou-se palco de atividades e confrontos históricos. Fazendo uma gestão criativa e comprometida com a causa da preservação audiovisual, Raquel impressionou os diferentes públicos com uma recepção de qualidade, uma infraestrutura cuidadosa e um investimento que se revelou a fundo perdido, o que realça seu interesse pelo tema e sua vontade de contribuir de forma cidadã. Com passagem pela SESC-MG e pela Cemig, sua grande aposta, para a qual atraiu praticamente toda a família, foi a criação da Universo Produção, empresa a partir da qual criou um novo calendário de eventos dentro da área de cinema no Brasil.
Próximas exibições no canal Curta!
09/11/2022 20:00:00 [daqui a 93 dias]

cinema  cultura  memória  

Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas?
Relate sua experiência!

Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador?
Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme!
Criar Teste

27 min
2022
Brasil
RJ
AL

Séries: /lost+found | 13 Episódios de 26 Minutos

Diretor: Eduardo Cantarino

Elenco: Carlos Roberto de SouzaFernanda CoelhoFernanda HallakFrancis Vogner dos ReisGustavo Dahl (arquivo)Hernani HeffnerInes Aisengart MenezesJosé QuentalLaura BezerraQuintino VargasRafael de LunaRaquel HallakSilvio Da-Rin (arquivo)

Sinopse: A produtora cultural Raquel Hallak D’Angelo tornou-se conhecida no Brasil pela iniciativa bem sucedida do melhor e mais importante festival dedicado à produção cinematográfica independente brasileira, a Mostra de Cinema de Tiradentes, criada em 1997. Uma década mais arte, ela ousou propor um novo festival, desta vez centrado no tema da preservação audiovisual, o que foi visto à época como algo sem muito futuro, ainda mais que o foco eram as discussões e debates e não a exibição de filmes restaurados, recém descobertos ou desconhecidos, a Mostra de Cinema de Ouro Preto - CineOP. Manobrando habilmente para fazer confluir representantes públicos, os profissionais de preservação e os realizadores jovens e mais experientes, a Mostra apresentou reveladora sinergia entre os diversos segmentos da atividade audiovisual e tornou-se palco de atividades e confrontos históricos. Fazendo uma gestão criativa e comprometida com a causa da preservação audiovisual, Raquel impressionou os diferentes públicos com uma recepção de qualidade, uma infraestrutura cuidadosa e um investimento que se revelou a fundo perdido, o que realça seu interesse pelo tema e sua vontade de contribuir de forma cidadã. Com passagem pela SESC-MG e pela Cemig, sua grande aposta, para a qual atraiu praticamente toda a família, foi a criação da Universo Produção, empresa a partir da qual criou um novo calendário de eventos dentro da área de cinema no Brasil.

Alugue